Diabetes

De acordo com o último relatório do Observatório Nacional para a Diabetes (2016), a prevalência desta patologia tem vindo a aumentar significativamente ao longo dos últimos anos, mais especificamente, a diabetes tipo 2. O abandono de uma alimentação saudável e equilibrada e o sedentarismo da grande maioria da população, têm como resultado direto o excesso de peso, um fator de risco muito importante para o aparecimento da diabetes.
Segundo o mesmo documento, a prevalência da diabetes (tipo 1 e 2) na população portuguesa entre os 20 e os 79 anos é de 13,1%, dos quais 5,7% desconhece que tem a doença, perfazendo cerca de 40% das pessoas afetadas.

A Diabetes é, neste momento, um grave problema de Saúde Pública que resulta, muitas vezes, da adoção de estilos de vida pouco saudáveis.

Prevenir esta doença crónica depende, em grande parte, de cada um de nós. A adoção de medidas e comportamentos adequados poderá diminuir significativamente o risco de  desenvolver Diabetes.

Os avanços na compreensão da fisiopatologia e mecanismos da

doença permitiram o desenvolvimento de novos e mais cómodos tratamentos. No entanto, a Diabetes não tem cura, pelo que a prevenção e os autocuidados são mesmo a melhor solução!

A Diabetes mellitus é uma doença crónica caraterizada pelo aumento dos níveis de glicose (açúcar) no sangue.

Existem dois tipos de Diabetes - Diabetes tipo 1 e tipo 2! 

De acordo com a International Diabetes Federation (IDF), no ano de 2014 a Diabetes atingia mais de 382 milhões de pessoas em todo o mundo, o que corresponde a cerca de 8,4% da população mundial. No entanto, cerca de 46% destas pessoas desconhecia que tinha Diabetes, uma vez que a sua evolução decorre de forma silenciosa.
Em 2012, esta patologia foi responsável por 4,8 milhões de mortes e em metade destes casos tratavam-se de indivíduos com idade inferior a 60 anos.

Testemunhos